CRISES DE PANICO- PARTE 1


Como eu falei que iria falar sobre a Síndrome do Pânico em algumas postagens, e essa será uma delas.
Vamos começar do começo, quando comecei a sentir tudo que sentia, e não sabia o que era.
Tudo começou com aquela distonia quando ficava nervosa, achava que era algo normal, mais depois da distónia comecei a realmente passar mal quando ficava nervosa, e ficava tonta e vomitava, mais vomitava muitooo, uma vez que começasse a vomitar não parava. Era algo frustrante, porque comecei a associar essas reações quando me sentia nervosa, estressada,ou com medo de algo. E já naquela época era algo instantaneo o que sentia a ter as reações.
As primeiras crises começaram quando morei nos Estados Unidos, com 19 anos, eu de uma hora pra outra desmaiei, chamaram 911 e me levaram para o hospital, mais antes de desmaiar eu estava tonta, e passando por muito estresse sozinha, então desmaiei, e no hospital fizeram todos os exames, e deu nada.
Passaram alguns meses, e de novo sentia aquelas sensações, eu morava sozinha, e acordei no meio da noite vomitando, nervosa, suando frio, e tudo isso me deixava mais em pânico, e nada de melhorar, até que fui para o hospital mais uma vez, e lá me colocaram no soro, com um remédio, até amanhecer, minha amiga me levou para a emergência de madrugada,mais teve que voltar pra casa, e eu fiquei lá sozinha, mais comecei a me sentir bem e melhorar, na manhã seguinte o médico receitou um remédio e me liberou.
Isso já era a síndrome do pânico se manifestando em mim, mais eu não tinha nem ideia do que era, e não dei importância a isso. Mais claro que com meu histórico de estresse, e naquela época morando sozinha nos Estados Unidos, claro que dava um frio na barriga, um medo, porque eu estava sozinha, claro que tinha amigos americanos, e vivia como se fosse parte deles, mais a pressão era muito grande em cima de mim, ter que fazer tudo certinho, ter que dar bom exemplo, ter que fazer as escolhas certas para não errar, e claro que agente encontra pessoas no nosso caminho que nos decepcionam,então já era uma boa combinação para tudo isso se manifestar em mim, fora que eu já era uma pessoa super ansiosa , ansiosa ao extremo. Mais como eu não sabia do que se tratava, achava que era coisas de momento do emocional, ou que eu tinha um emocional fraco demais... E os anos se passaram, e convivi com isso, tentava conviver, mais qualquer situação de estresse ou ansiedade eu já manifestava o mal estar, vomito e tonturas... Era uma situação que parecia que eu ia morrer, era isso que eu sentia toda vez. Mais naquela época nunca havia ouvido falar de síndrome do pânico, pelo contrário as pessoas diziam que era frescura minha, que eu era mole demais, já pensou???

Se você sente essas coisas, ou algo parecido, procure um médico, procure tratar isso, porque a síndrome do pânico é mais comum do que pensamos, e muitas vezes nem damos conta de que é ela que temos, porque pensamos que é um mal estar passageiro, ou frescura porque somos fracas do emocional...
by Alice Camara

2 comentários:

  1. conte-me mais sobre isso ?
    acho que estou com o mesmo problema ,

    ResponderExcluir
  2. conte-me mais sobre isso ?
    acho que estou com o mesmo problema ,

    ResponderExcluir

DEIXE SEU COMENTÁRIO OU CONTE SUA HISTÓRIA AQUI ! Se quiser me escreva no email valecamara@gmail.com
RESPONDEREI A CADA UMA, BASTA OLHAR DEPOIS NO MESMO LOCAL QUE VC COLOCOU UM COMENTÁRIO QUE LÁ ESTARÁ UMA RECADINHO PARA VOCÊ PESSOALMENTE. BJS AMIGAS!