Educar é preciso!

Bem amigas,
Estava pensando sobre educar filhos. É um tema e tanto, muito se fala e pouco agente vê em prática, porque o que tem de menino mal educado é uma coisa de loucoooo.
Ser criativo, hiper-ativo, cheio de energia é uma coisa, mal educado é outra.
E tudo isso depende de como os pais acham que o que é educação, isso vai de acordo com cada família, se os pais não acham que certas coisas é má educação, então não tem como, a criança vai ser mal educada mesmo.
Eu fico em casa com o meu filho de 3 anos desde que ele nasceu, nunca tivemos empregadas ou babás, eu sempre dei conta de tudo, e a nossa educação não é rígida, nem cheias de nãos, mais é firme, e direta, porque não quero filho mal educado não. Tem que saber chegar e sair da casa de qualquer pessoa , tem que saber se portar na rua, quando agente diz não é não, não tem essa de birra, de esperniar, de ficar gritando não.
Sou bem liberal em muitas coisas, não faço questão de que ele brinque com as minhas coisas, nem com as coisas da casa, pode brincar contando que não quebre. Então agente é mais para o lado relax do que o stress de educar.
Mas se saiu com ele pra casa de alguém, ele entra no esquema da pessoa, e não tem essa de me fazer passar vergonha não.
Ele é filho único até o momento, e graças a Deus ele não tem possessividade com as coisas dele não, ele deixa qualquer criança mexer e brincar com o que é dele sem problema algum, ele nisso sabe dividir, porque desde cedo ele tem que aprender a dividir e a dar.
Mas tem crianças que não sabem dividir, e que mesmo quando as coisas não são deles, eles querem para eles e não deixam ninguém pegar, isso pra mim é pura má educação. Falta de limites.
A criança tem que saber dividir desde cedo.
Ensino a meu filho toda vez a dizer obrigado, td que peço, ou pego com ele eu digo obrigado, e ele tem que entender esses comandos, de obrigado, por favor, licensa, porque educação na vida é tudo.
Estou tocando nesse assunto, porque temos um vizinho de 4 anos, que realmente notamos que não tem limites e nem educação, fala gritando, tudo que pega não quer deixar ninguém pegar, e se outra criança tenta pegar ele bate, empurra, e depois vem dizer que foi a outra criança que bateu nele. Ahhh eu fico danada, porque ele bate no meu filho, empurra, não deixa ele pegar os próprios brinquedos, e quando meu filho tenta pegar, e já no final depois de muito empurrão ele levar, aí meu filho, empurra ele, e como meu filho é forte e dá 2 dele, aí ele estila, e vem pra mim fazer reclamação, e eu digo pra ele, mais amor, você estava empurrando ele, você é que estava sem querer dividir, então você não pode vir reclamar para tia não. Eu falo mesmo, tá na minha casa, batendo no meu filho, a tia dele não diz nada, e ele continua com esse comportamento, aí eu falo sim.
Eu sou chata, e não gosto de criança que fica pedindo coisas, e nem impondo as coisas, como por exemplo: EU QUERO LEVAR ISSO. EU QUERO ALMOÇAR AQUI. EU QUERO FICAR AQUI. NÃO VOU EMBORA. EU QUERO SUBIR. EU QUERO ENTRAR NA SUA CASA, EU QUERO ESSE E AQUELE BRINQUEDO....
Fala sério... Isso é má educação. Eu não fui criada assim e não crio o meu assim, e não aturo isso de criança nenhuma. Detesto criança de qualquer idade mal educada, agente tem que criar nossos filhos sabendo entrar e sair da casa de qualquer pessoa, e não se portar de forma inapropriada.
É difícil hoje em dia encontrar crianças educadas, está cada vez mais raro isso, muitos pais não tem tempo e nem paciência para educar por causa da vida corrida deles, eu até entendo isso, porque educar requer muitaaaa paciência e tempo. Escola não educa, empregada não educa, quem educa são os pais mesmo, isso é um dever nosso, se você não quer educar então não invente de ter filhos, simples assim, porque educar é algo que temos que fazer constantemente até a vida adulta. Temos que encaminhar nossos filhos no caminho correto, honesto de respeito e limites isso se queremos ter filhos adolescentes, jovens e adultos do bem.
Realmente esse novo vizinho me deixa de cabelo em pé, acho super feio as atitudes dele, e pra mim tira toda a graça da criança, não acho graça em menino má educado, e que só pensa em si mesmo, os outros são errados e ele não. Não aprovo isso, e nem quero amizade assim.
Fico feliz porque ele vai se mudar esse mês, então ótimo porque não terei aborrecimentos. Porque o menino quer viver aqui em casa, e mexe em tudo, bagunça tudo, bate em meu filho, exige as coisas, não divide, reclama , responde, e tudo ele faz chantagem. Ahhh dá não, assim não dá mesmo.
Filho único ele é, mais o meu também é, e não é assim. Tá louco ter filho pra ser mal educado, filho tem que obedecer, ter tarefas, limites, eu amo o meu filho, mais tenho que criar ele na realidade da vida, e má educação não aceito mesmo, eu nem meu marido fomos mal educados, pelo contrário fomos criados com muita educação e limites,respeitando as pessoas, respeitando as casas das pessoas, sem mexer no que não era nosso, sem exigir as coisas, sem fazer mal criação, e sendo sempre crianças que ficava-mos na nossa, se era pra ficar sentada, eu ficava até a hora de minha mãe ir embora, se era pra brincar, eu brincava mais sempre sem brigar, se era pra lanchar o que a pessoa oferecia, era isso o que eu comia, mais jamais pedir nada , nem comida na casa de ninguém, se oferecido eu aceitava, se não , eu não pedia nada. Na hora de ir embora, iamos numa boa, se minha mãe não podia comprar algo pra mim , eu nunca fiz escândalo na rua, aceitava e pronto. Nunca fui uma criança que as pessoas corriam de mim, pelo contrário eu era sempre bem vinda na casa das pessoas, porque eu sabia me portar, e não dava trabalho a ninguém. Fui criada assim, e meu esposo também, então nosso filhos será criado assim. Crianças que se metem a ser adultos, crianças sem limites, crianças que pedem tudo e de tudo vendo só o umbigo delas, crianças que respondem, crianças que não sabem dividir e nem brincar com outros, é muito díficil.
Meu filho ainda não está na escola, ele brinca com os primos,que já são maiores, ele não fala muito, está começando a falar agora, ele é pesadão, e quando vai brincar ele termina se jogando em cima da outra criança, e por causa do tamanho dele e da força, termina as outras crianças dizendo que ele bateu nelas, mais nem sempre é assim, aí eu explico para ambos os lados, agora como toda criança ele algumas vezes bate mesmo,e aí na hora corrigimos, e explicamos, mais geralmente ele fica numa boa, super entusiasmado com outras crianças, e as vezes ele se empolga demais e como é pesadão e muita das vezes é bem maior que as outras crianças maiores que ele em idade apenas, porque em tamanho não são, aí a brincadeira dele as vezes é pesada mesmo.
O que eu acho é que temos que estar de olho em nossos filhos e na educação que damos ou que alguém da para eles em nossos lugares, temos que estar com tempo e paciência para educar, porque o que são hoje serão amanhã.
Temos que dar amor, carinho, mais com limites, com disciplina, e com respeito.
É um dever meu educar, é uma preocupação minha em ele ser educado e que as pessoas não o agem mal educado. Então trabalho dobrado sempre.
É isso amigas mães, vamos gastar tempo em educar nossos pequeninos, para que não sejam taxados como crianças mal educadas,e que terminam todos correndo delas.
Por hoje é isso!
Beijos e bom final de semana! Até a próxima semana meninas!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE SEU COMENTÁRIO OU CONTE SUA HISTÓRIA AQUI ! Se quiser me escreva no email valecamara@gmail.com
RESPONDEREI A CADA UMA, BASTA OLHAR DEPOIS NO MESMO LOCAL QUE VC COLOCOU UM COMENTÁRIO QUE LÁ ESTARÁ UMA RECADINHO PARA VOCÊ PESSOALMENTE. BJS AMIGAS!