Trair, separar e não ignorar

Olá amigas do blog,
Tenho me deparado com cada situação entre casais crentes, evangélicos, coisas absurdas. Creio cegamente que as famílias estão sendo destruídas de uma forma devastadora.
Um casamento tem que ser cuidado dia após dia, não importa se vc já tem 30 anos de casados, aí na minha opinião é que se deve investir ainda mais, pois na geração passada as pessoas se casavam novas demais, as meninas com 18, 19 anos ja estavam noivas para casar, e o rapaz, com 21, ou 23, então se casavam muitos novos, e chegavam aos 30 anos de casados ainda jovens, e aí vinha a crise, o cansaço da rotina que deixaram chegar a tal ponto, e aí começa a rolar as traições, acho incrível como no meio evangélico isso já acontece, a traição é algo que acontece mesmo, ao invés do cara chegar e dizer que não dá mais etc e tal... e separar, não, eles preferem trair, enganar a esposa(o) achando porque são crentes não podem separar, mas podem trair???
Ultimamente estou ouvindo cada caso cabeludo de pessoas que foram criadas no evangelho, nasceram no evangelho, casados há 20 , 30 anos, e aí uma daquelas coisas cabeludas que nem em novela se vê, sempre traição seguido de divorcio.  Não se vê no meio crente um casal que chegou e disse vou separar porque chegamos a conclusão de que o amor acabou etc e tal... Isso não acontece, nunca vi, o que sempre vi e ainda vejo, e se levando o casamento em aparências, ou traindo mesmo, até um dia descobrirem e ser aquele barraco envolvendo todo mundo.
Não acho que se precisa chegar a tal ponto.
Muitos perdoam a traição e voltam, eu não voltaria, perdoar sim, mas voltar não, porque houve uma quebra de confiança, respeito e com isso não se discute e nem se tem volta. Mas cada qual é cada qual.

Muitos casam jovens demais, e não souberam educar, criar os filhos, e as sogras, e mães é que tomaram essa posição, e muita das vezes casam jovens demais , ou pq engravidou, ou então pra não ¨fornicar¨os pais fazem logo o casamento e eles se casam ainda jovens demais, e tem filhos sem nem ao menos terem uma estrutura de lar, nem sequer muitas vezes tem sua própria casa, e isso é tão prejudicial a base de um casamento, de um lar.

Por isso eu digo, casamento não é faixada, casamento é para ser vivido a dois, não é para nem um nem outro fazer a cabeça do outro, ou ter poder de persuação sobre a outra pessoa, e sim para andarem juntos, com suas diferenças, com suas opiniões contrárias, com seu estilo de ser , de vestir, com sua própria forma de pensar, são dois seres casados e vivendo uma vida, mais isso não quer dizer que um tem que ser igual ao outro, ou não se ter opinião própria, isso não.

Num casamento tem que ter diretriz para se formar uma família,tem que ter valores para serem passados para os filhos, tem que se dar exemplo como pessoa, como pai, como cidadão.
Num casamento temos que ter honestidade, e quando se está desgastado, tentar restaurar,ou mais simples separar do que trair, ou fazer algo indecente demais para ser escrito aqui.

Nosso país é um país machista, onde muitos homens não aceitam uma separação, tem muitos maridos que não sabem tratar bem suas esposas, nem as valorizarem, e ano após anos elas vão aguentando, chega um dia, já capengas que os filhos estão grandes, e elas pedem separação, e o cara não dá, ameaça, faz chantagem emocional, parte pra grosseria, baixaria, e até ameaçar de morte, e quando se chega nesse ponto, é melhor correr, porque para uma desgraça acontecer é questão de segundos. Quando um marido chega a ameaçar a sua esposa de morte por conta de que ela quer se separar, é hora de se pedir ajuda, e de sair de vez de casa, sei que em muitos casos os BOS não funcionam, porque eles chegam e matam mesmo a mulher mesmo elas tendo dado parte na polícia, é isso o que tem acontecido e muito com as mulheres nesse país, então nos temos todos os sinais dentro de casa de como a coisa está andando e cabe a nós mulheres termos sabedoria de como lidar com a situação e de como sairmos dela com vida nesses casos.

Casamento é um compromisso de ambos, e ambos tem que investir no casamento, tem que investir no esposo(a) tem que dividirem uma vida juntos, e acima de tudo serem amigos.
Brechas existem a toda hora, mas se vc dá brecha, ou anda a procura da brecha, ela acontece e muitas vezes de forma devastadora para toda uma família. Por isso eu digo, invista no seu casamento a tal ponto que as brechas não existam e nem lhe chamem a atenção.

O que tenho visto é uma vasta destruição nos lares, e muita traição no meio evangélico, por isso vamos investir no nosso casamento, investir em nossos filhos, em nossas famílias.

bjs amigas!


2 comentários:

  1. Olha, pense em cuidar muito do seu casamento antes de tudo. Mas e se apesar da perfeição do matrimônio seu conjuge lhe trair? E se ele se arrepender, o que é muito difícil, você realmente diz que não voltaria? Cadê a sua humildade, esse é um ato de amor extremo, é viver Jesus Cristo de fato. Claro uma segunda vez já é falta de amor próprio. Mas se for feito por seu cônjuge como disse Jesus vá e não peques mais, pense nos filhos sem um pai por perto, nos anos de acertos que tiveram, Claro estou falando de um cônjuge lúcido de seu erro e que jamais vai voltar a tal ato, você realmente o deixaria? Esse homem que você ama hoje, nesta situação você o deixaria, os relacionamentos são muito complexos para um simples se acontecer isso faço aquilo sim isso não aquilo. Proteja o seu casamento e se imponham regras firmes de amor e transparência sem individualismo jamais, mas não diga que não perdoaria em uma frase amontoada e curta de seu blog.

    ResponderExcluir
  2. Ola, sempre escrevo o que realmente penso. Sobre o q escrevi q vc fala q escrevi numa frase amontoada e curta d meu blog de que se meu esposo me traisse eu perdoaria sim , mas voltar nao. Eu tenho minha postura e forma d pensar. Sei que td Deus pode restaurar, renovar, curar, mass na minha forma d ser eu creio q uma x quebrado uma aliança de amor, confiança, respeito etc e tal... Nao tem retorno. Isso sou eu , nao to dizendo p ninguem ser assim ou pensar assim, ate pq como falei no blog cada um e cada um. Cada situaçao e diferente, e cada um sabe lidar como melhor lhe convem. Sei d casos e casos de traiçao tanto do esposo quanto da esposa, e q ambos os seus conjugues os perdoaram e voltaram ao casamento, claro q houve um tempo de cura em ambos, mas isso acobteceu pq eles quiseram restaurar o casamento, e a pessoa traida na historia soube alem d perdoar, soube e quis o outro d volta. E ai que eu falo... Eu ,perdoaria sim, pq quem sou eu p nao perdoar, mas nao iria voltar. Falo isso pq e assim que penso. Nao sou d barraco, nem d brigas, mas eu sempre fui muito direta , no q penso. As pessoas tem medo de dizerbNUNCA , mas eu digo pq tenho convicçao do q quero, do que sei e penso. Claro q Deus td pode mudar. Mas eu penso assim sobre isso... Sei bem o q e uma separaçao, o mal q causa aos filhos, a uma familia inteira,e cada um vai lidar com isso d sua maneira. Nao existe regras p isso, cada pessoa e unica , cada situaçao tb, cada casamento tb... Entao nao tem regras a seguir, mas como ja falei, isso e minha forma d pensar e agir.
    Bjs fica na paz d Jesus!!! 😍

    ResponderExcluir

DEIXE SEU COMENTÁRIO OU CONTE SUA HISTÓRIA AQUI ! Se quiser me escreva no email valecamara@gmail.com
RESPONDEREI A CADA UMA, BASTA OLHAR DEPOIS NO MESMO LOCAL QUE VC COLOCOU UM COMENTÁRIO QUE LÁ ESTARÁ UMA RECADINHO PARA VOCÊ PESSOALMENTE. BJS AMIGAS!